NOTÍCIAS

Cidade de São Paulo terá banheiros públicos em pontos finais de ônibus

10/01/2018



Reivindicação é antiga de fiscais, motoristas e cobradores e, segundo a prefeitura, será possível por causa de concessão em troca de publicidade. Há de acrescentar que também é uma reivindicação permanente da Gestão Valdevan Noventa do Sindicato dos Condutores/SP, que sempre colocou o assunto nas pautas de reuniões com o Poder Público e os empresários.

 

 

 

Uma parte dos 400 banheiros públicos que a cidade de São Paulo deve ganhar por meio de um programa de concessão de espaços pela prefeitura à iniciativa privada será instalada em pontos-finais de ônibus onde não há infraestrutura para funcionários dos transportes coletivos e passageiros.
 

O anúncio é da prefeitura de São Paulo, mas ainda não há data para a implantação dos espaços, que devem ser semelhantes ao que já instalado no Largo do Arouche.
 

Os banheiros devem ter funcionários para cuidar da limpeza e manutenção.
 

O uso vai ser gratuito e a iniciativa privada vai ganhar comercializando espaços publicitários em modelo semelhante ao que ocorre com pontos de ônibus e relógios de rua.
 

Os anúncios devem se enquadrar dentro dos padrões da Lei Cidade Limpa.
 

Praças, proximidades de pontos de ônibus com grande concentração de pessoas (não apenas pontos finais) e feiras livres são outros locais que devem preferencialmente receber os banheiros.
 

Além de 400 banheiros fixos, haverá 40 banheiros móveis, para feiras-livres e eventos.
 

A partir do dia 15 de janeiro, a prefeitura deve anunciar as audiências públicas para colher sugestões de locais de instalação e modelos de concessão.
 

Somente depois deve ser lançado o edital de licitação.
 

A distribuição dos banheiros, segundo a prefeitura, vai incluir áreas da região central e da periferia.

Compartilhe

Categorizado em: Ações Sindicais,

BUSCAR NO SITE