NOTÍCIAS

ASSEMBLEIA APROVA PREVISÃO ORÇAMENTÁRIA E DELIBERA SOBRE LUTA CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

07/12/2017



A assembleia no auditório do Sindicato (07/12) começou com a leitura do Edital pelo advogado da entidade, Dr. Jucelino.

Depois, o contador Jorge apresentou previsões orçamentárias para o primeiro e segundo semestre de 2018. Porém, foi feita uma ressalva de que os números podem ser alterados em razão de algumas situações pontuais, como a ausência da contribuição sindical.

O secretário de finanças, Edivaldo Santiago, chamou a atenção dos companheiros(as) para a pauta em questão. “Apesar de todas as dificuldades econômicas e das campanhas sistemáticas dos meios de comunicação distorcendo a dura realidade do povo brasileiro, essa categoria, em particular, tem se superado. Não procede as informações que estão sendo ventiladas de que a economia está reagindo. As vagas de emprego comemoradas com ênfase pelo Governo Temer, em sua maioria, concentram-se no setor informal, conforme divulgou o IBGE. É o subemprego em grandes proporções que denunciamos em várias oportunidades”.

Edivaldo, além de enfatizar sua crítica social, mais uma vez enalteceu a atual administração. “Nenhuma gestão fez tanto pela categoria como a Gestão Noventa, que enfrentou a maior crise econômica da história do Brasil e, mesmo assim, garantiu muitas conquistas”.

O secretário de Finanças defendeu ainda discutir meios de buscar receitas para Entidade e enfrentar as demandas que virão, muitas delas reflexos das decisões deste Governo ilegítimo.

O presidente Noventa agradeceu a presença de todos, disse que em janeiro terá início uma grande campanha junto aos companheiros(as) das garagens que faltam se somar ao nosso time. “Vamos trazê-los para dentro do Sindicato, associando-se à entidade. E atendendo a pedidos, abriremos para associação trabalhadores(as) de outras categorias, como os da fiscalização”.

Noventa ressaltou que sua administração é séria e transparente, a categoria sempre soube da dívida enorme do Sindicato, mais de 56 milhões, herdada das administrações anteriores, inclusive, com o risco iminente da sede ser levada a leilão.  Sua assessoria arregaçou as mangas e trabalhou com afinco para recuperar a saúde financeira do Sindicato. “Parcelamos o pagamento da dívida e estamos saneando o rombo nas contas da Entidade”.

O presidente fez uma crítica à organização dos protestos e greves contra as reformas. “Nossa categoria nunca fugiu à luta, mas só participará das lutas organizadas para defender a classe trabalhadora. A nossa união e a forma de fazer a luta têm feito a diferença a nosso favor”.

Por fim, Noventa sugeriu a realização de uma assembleia para segunda-feira (11/12), às 18 horas, para avaliar a participação dos condutores na possível greve nacional, caso o Congresso coloque a reforma da Previdência em votação.

Os trabalhadores(as) em transportes aprovaram por unanimidade as deliberações da assembleia: previsão orçamentária 2018 e a forma de luta no movimento de resistência contra  o sucateamento dos direitos do povo.

Compartilhe


BUSCAR NO SITE