Palavra do presidente

Estamos prontos para a guerra e para conquistar mais uma campanha salarial vitoriosa

05/03/2018

Reforma trabalhista? Não!Nenhum Direito a Menos! Todos contra as reformas! 

Foram com estes gritos de guerra que nós, trabalhadores em transportes, paramos duas vezes a maior capital do país e fomos a presença marcante na última mobilização contra a Reforma da Previdência, realizada na Avenida Paulista,  noúltimo dia 19 de fevereiro. 

Nossa categoria não foge à luta, a história mostra isso. Continuamos firmes e fortes, mesmo apóso governo anunciar a retirada de direitos históricos dos trabalhadores, diga-se de passagem, com o respaldo de um Congresso Nacional, subjugado aos interesses do setor econômico. 

É com essa determinação que impediremos que os patrões façam uso da perversa Lei nº 13.467 para retroceder nos acordos coletivos. Estamos cientes que a campanha salarial deste ano será duríssima, mas já mandamos o recado tanto ao Poder Público quanto ao setor empresarial:
“Nova Lei Trabalhista? Aqui,não!”.  

Qualquer tentativa de precarizar direitos nas negociações salariais, os patrões encontrarão pela frente uma categoria disposta a garantir suas conquistas a qualquer preço.Não vamos aceitar perdas e, muito menos, a volta da escravidão. Homologação nas garagens? Já demos a nossa resposta. E durante a campanha salarial, os empresários vão entender que não estamos para brincadeira, as arbitrariedades dos “poderosos”não vão nos calar.  

Fim da homologação com a presença dos sindicatos, trabalho intermitente, precarização da relação capital/trabalho, esses são alguns dos absurdos que certamente não irão fazer parte da rotina dos condutores de São Paulo. 

E, para representar o espírito de luta da nossa categoria, acrescentaria à campanha salarial mais um grito de guerra: JUNTOS SOMOS FORTES! UNIDOS SOMOS INVENCÍVEIS! 

Valdevan Noventa - Presidente

 

 


Compartilhe

BUSCAR NO SITE